20 de dezembro de 2011

Ó Pátria mil vezes Santa


Ó Pátria mil vezes Santa,
Meu Portugal, minha terra,
Onde vivo e onde nasci!
Na tua História me perco,
E nela tudo aprendi.
Mesmo que fosses pequena
E eu te visse pobre e nua,
Ninguém ama a sua Pátria por ser grande,
Mas sim por ser sua!

António Botto (Portugal)

Sem comentários:

Enviar um comentário