1 de janeiro de 2015

ANO NOVO





Ficção de que começa alguma coisa!
Nada começa: tudo continua.
Na fluida e incerta essência misteriosa
Da vida, flui em sombra a água nua.
Curvas do rio escondem só o movimento.
O mesmo rio flui onde se vê.
Começar só começa em pensamento

(Fernando Pessoa)

3 comentários:

  1. Duas boas escolhas. O texto de Fernando Pessoa e o tapete musical (plaisir d'amour).
    Bom fim de semana, Ju.

    ResponderEliminar
  2. Que seja para ti, em especial, um Ano Fantástico, Ju !!!

    Muito a propósito com o título, esse poema do Fernando Pessoa ! ... Na verdade, verdade, nada começa, tudo continua ! ... O poeta vê as coisas com mais lucidez que nós ! :))
    Belíssima música também !

    Beijinhos ! :))
    .

    ResponderEliminar