9 de fevereiro de 2015

Pé-de-Vento


passou.
Sei que era ele
porque transformou
minha integridade
em pó de estrela.
E assoprou tanto,
que me fez perdê-la
completamente.
Se ele regressar num repente,
vou tentar detê-lo
para recuperar um fragmento
de claridade.
Pé-de-vento.
Há de voltar.
Levou meu brilho,
mas deixou saudade.

(Flora Figueiredo)

2 comentários:

  1. Pé de vento? Isto está uma ventania que corta os pés tofdos:-)
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Um pé de vento que nos leva o brilho, não merece atenção.
    Boa semana, Ju.

    ResponderEliminar